A importância da rastreabilidade em um sistema de informação laboratorial

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Além de proporcionar agilidade e segurança, é fundamental que uma solução de informações laboratoriais (LIS) garanta total rastreabilidade das amostras. Isso porque, em processos de acreditação e certificação, o Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ) do laboratório deve garantir um processo de cadastro que permita o registro das datas, horários, locais e responsáveis desde a coleta até o armazenamento e o descarte das amostras.

A rastreabilidade precisa estar presente a partir da coleta do exame, tanto se efetuada pelo paciente como pelo laboratório. No momento do recebimento dos materiais e amostras, é fundamental o registro da data, horário, local e a identificação do profissional que realizou a coleta ou que recebeu a amostra coletada.

Na fase analítica, o laboratório clínico deve garantir a correta identificação de todos os profissionais, insumos e equipamentos vinculados à realização de suas análises para garantir a sua rastreabilidade e permitir a efetiva investigação de não conformidades, erros, falhas e eventos adversos. Dessa forma, é também possível solucionar com agilidade ocorrências como amostra parada ou extraviada, diminuindo a probabilidade de solicitar novas coletas aos pacientes.

O sistema de informações laboratoriais deve contemplar ainda a rastreabilidade de todas as informações que geraram o laudo do exame, incluindo o laudo e o responsável por sua liberação. E mesmo depois da análise da amostra e emissão dos resultados, o laboratório precisa armazenar esse material, e o rastreamento permanece até que a amostra seja, enfim, descartada. É importante que o nível de rastreabilidade do sistema permita identificar a posição exata da amostra dentro da estante ou rack em que ela está armazenada.

A escolha do Sistema de Informação Laboratorial, portanto, deve ser feita a partir de um estudo minucioso de todas as necessidades do laboratório e funcionalidades desejadas, além da análise de todo o fluxo de trabalho para planejar as rotinas que passarão para a solução. Todas as instalações e customizações devem garantir a rastreabilidade e ser testadas e aprovadas pelo laboratório antes da sua implementação.

 

Deixe seu comentário